Barão de Cocais/Vila Cocais – MG

Nosso objetivo estava a 120 km de Belo Horizonte  e a decisão foi ir de trem. Pegamos o trem BH-Vitória (o preço da passagem é R$10,00) às 07:30 com destino a bucólica Barão de Cocais. Ao todo foram 1 hora e 30 min de viagem até a cidade, com o trem passando por incríveis visuais ao longo do passeio. Chegamos as 09:30 na estação Dois Irmãos e logo fomos para a rodoviária pegar algumas informações. Resolvemos seguir para a Cachoeira da Cambota, localizada a 6 km do centro da cidade.

Trem BH-Vitória

Fonte Três Bicas em Barão de Cocais

A caminhada até a Cachoeira da Cambota foi agradável, apesar de termos andado a maioria do tempo dentro da cidade. A parte de trilhas (cerca de 2 km) é feita pela Estrada Real, que liga Barão de Cocais ao distrito da Vila Cocais. Vimos paisagens lindíssimas, fauna e flora diversificada e uma cachoeira de encher os olhos. As águas são de um tom alaranjado devido as pedras, a água não é tão fria e o clima agradável. Ficamos lá cerca de 2 horas conversando, nadando e curtindo o lindo visual.

Cachoeira da Cambota

Voltamos para Barão às 14:00, almoçamos num restaurante não tão bom (Barão de Cocais não possui infra-estrutura para receber grande número de visitantes) e pegamos o ônibus para a Vila Cocais a 10 km de Barão de Cocais. A passagem até o distrito custa R$ 2,75 e demora cerca de 20 minutos, porém o ônibus para na rodovia e é preciso andar 1,5 km até o centro. A Vila Cocais é extremamente bucólica, com um sobrado do século XVIII, um cemitério e a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário no centro. Seguimos em direção ao sítio arqueológico da Pedra Pintada passando por dentro do distrito e aí veio a parte mais árdua da caminhada: foram 3,5 km e cerca de 2 horas de subidas sob sol forte. Quem quiser fazer o passeio a pé lembrar de levar bastante água para não correr riscos de cansar e desidratar. Cansados, chegamos ao sítio arqueológico da Pedra Pintada e fomos ver as pinturas rupestres datadas de 6000 anos A.C. A entrada custa R$ 3,00 e é impressionante comoas pinturas até hoje se mantém intactas. Saímos às 17:20 do sítio arqueológico em direção a Cachoeira da Pedra Pintada ou de Cocais, com a esperança de chegar lá antes do anoitecer. Foram mais 800 m de subida até lá e a frustração ao chegar: não podemos descer até a cachoeira. Mas o dono da fazenda que dá acesso até lá nos levou até um mirante, onde tiramos fotos e contemplamos aquele lindo visual. A entrada para a cachoeira custa R$ 3,50 e é necessário ir cedo, pois até são 1,5 km de descida em trilha fechada. Assim, o passeio até lá ficará para outro dia. Voltamos pela Estrada Real de onde viemos, porém agora somente descidas (graças a Deus). Quando já estava anoitecendo conseguimos carona até o centro da Vila Cocais, de onde seguimos até a rodovia para esperar o ônibus que nos traria de volta a BH. A passagem custa R$ 17,90 e demora cerca de 2 horas. Ficamos totalmente sem energia, mas compensou por tudo que conseguimos apreciar.

Pinturas rupestres no Sítio Arqueológico da Pedra Pintada

Próximo destino: Cachoeira da Pedra Pintada

About these ads

4 Comentários

  1. leilane said,

    março 16, 2010 às 1:42 am

    como que faz para aprticipar dessa trips com vcs?

    abraços

  2. Humberto said,

    março 19, 2010 às 1:53 am

    Aqui qul é a proxima?

  3. luciana said,

    fevereiro 10, 2011 às 9:07 pm

    onde compro a passagem de trem aqui em bhte?obrigada lu

  4. Juliane said,

    outubro 28, 2012 às 12:18 pm

    Neste feriado do dia 02 de novembro/12 terá? como faço para reservar?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: